“Um dia eu entro atrasado por aquela porta, mando o professor barrigudo calar essa boca, me apoio na sua classe e digo seco, sem mais nem menos, apenas que você é gostosa. Você é gostosa, ouviu, sua imbecil? Tão gostosa que me irrita. Tão gostosa que me dá vontade de chorar. Tão gostosa que eu fico rabiscando suas formas na pontinha do meu caderno.” — Gabito Nunes